andreamedia

Jornalismo pobre com ‘repórter-câmera’ se questiona: “mais ricos, donos de emissoras?”

Uma das imagens da semana foi emblemática para o meio jornalístico: uma profissional segura o suporte de uma câmera enquanto grava e apura uma reportagem. Os chamados “webrepórteres”, ao que tudo indica, vieram para ficar de vez. Um ar de modernidade e “vergonha alheia” ao bom jornalismo.

Certamente, as emissoras que vão ou já se aventuram neste tipo de atividade, usam palavras bem rebuscadas na visão de gestão. Quase sempre assim: “sinergia”, “otimização”, “tecnologia”, “agregará” [essa então, ufa!], “novo ciclo” e outras usadas no mundo atual dos negócios.

Só que, de maneira camuflada, outras perguntas ficam no ar: “trabalha por dois profissionais e ganha por um?”, “a qualidade da apuração, como fica?”, “entrego o melhor ao meu público com esta economia?” e por aí vai.

Em tempo de ‘fake news’ aceleradíssima, este tipo de economia só colabora para um jornalismo pobre e enfraquecido diante de tamanho desafio aos colegas que, corajosamente, precisam ir às ruas.

Fazer externa já não é um trabalho dos mais salubres: sol, chuva, muitas vezes com hora para começar e sem nenhuma para acabar. Almoço vira lanchinho e “marcar um dentista” é quase um evento de cinco estrelas.

Embora deste século, mas não tão contemporâneo, já dizia a canção dos anos 2000: “onde o rico cada vez fica mais rico e o pobre cada vez fica mais pobre”. Dura realidade.

“TÔ FORA!”

Shay, que participou da última edição de A Fazenda decidiu não aceitar o convite para A Grande Conquista, da Record. O motivo da recusa é o que mais choca.

Segundo informações reveladas em primeira mão pela coluna de Gabriel Perline, no IG, o iraniano pulou fora após descobrir que Tiago Ramos, ex-padrasto de Neymar, foi convidado para o programa.

Aos que não acompanharam A Fazenda no ano passado, Tiago e Shayan foram expulsos do programa após uma briga generalizada, chegando às vias de fato.

Surpreendentemente, onde será que a Record quer chegar, hein?

NO INSTAGRAM…

Na semana em que se comemora 1 ano do BBB22, uma observação. Arthur Aguiar deixou o programa na casa dos 14 milhões de seguidores e chegou a comemorar a marca, na ocasião. Atualmente, ostenta 13 milhões, após 12 meses de quando ganhou o prêmio de R$ 1,5 milhão.

Imagem: Instagram / Reprodução
Imagem: Instagram / Reprodução
NO TWITTER…

Após diversos verificados perderem o selo no Twitter, Felipe Neto chegou a comemorar que seu “selinho” não havia saído: “FUNCIONOU PORRAAAAA!!!!!! Enfia esse verificado comprado no c%$#, Elon Musk!!!!!, comemorou o influencer, primeiramente.

Minutos depois, ao trocar a foto, Felipe não é que perdeu seu selinho? Oh, dó!

Imagem: Reprodução / Twitter
Imagem: Reprodução / Twitter
QUATRO TOQUES:
  • No Globoplay, sinal do BBB23 está liberado para todos os cadastrados, inclusive não assinantes;
  • A emissora já fechou a primeira etapa de inscritos para o BBB24. Segundo Boninho, foram 60 mil vídeos em poucas horas: o triplo do recebido no ano passado neste mesmo período;
  • Diferente das duas últimas temporadas, o No Limite não irá ao ar na sequência do BBB. Ainda não há data de estreia marcada, embora a temporada esteja confirmada para a Amazônia, com Fernando Fernandes no comando;
  • A partir de quarta-feira (26), Tadeu Schmidt volta para a geladeira da Globo, aguardando convites para programas da casa ou, quem sabe, inserido em um novo projeto. Nada ventilado, por ora. Ano passado, o jornalista ficou “congelado” por 9 meses. Definitivamente, não merece.
ÚLTIMA CHAMADA

As inscrições para o festival Festival 3i 2023, na Marina da Glória, na zona central do Rio, encontra-se nos últimos dias. O evento de inovação no jornalismo acontece de 5 a 7 de maio. Há desconto para quem for filiado ao Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA PRIMEIRAMENTE AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução Internet

Visits Code Obs Start: 2022-10-01 End: 2022-10-31