andreamedia

Maria do Carmo desconfia de Reginaldo e toma invertida: “Perdeu Lindalva”, em ‘Senhora’

Um climão será instaurado nos bastidores que antecedem o velório de Leila (Maria Luisa Mendonça). Reginaldo (Duh Moscovis) carregou no teatro e Maria Do Carmo (Susana Vieira) nota que a sinceridade do filho não está “natural”, em Senhora do Destino.

O vereador de Vila São Miguel está fazendo de tudo para não ser descoberto que a esposa morreu ao cair de uma sacada de um motel de luxo na Baixada Fluminense, porque foi lhe dar um flagra com Viviane (Letícia Spiller).

Naldo subornou o gerente do motel para que não seja mencionada a sua presença e ainda ofereceu um cargo público a Venâncio (André Gonçalves) para que ele minta dizendo que ser amante de Leila.

Apesar da fama de “chifrudo”, o político quer usar o caso como oportunismo para “perdoar o primo” e ampliar sua imagem de homem de família no cenário eleitoral.

Do Carmo fica ressabiada ao ouvir do filho que ele usará preto em luto pela viuvez. Além disso, Naldo berra, dizendo estar sufocado e garante que vai honrar a imagem de Leila. A deixa é suficiente para que a comerciante fique a sós com o filho e o questione sobre seus reais interesses no falecimento da nora.

“Será que você está sofrendo mesmo, Reginaldo?”, inicia a Do Carmo. “Como a senhora tem coragem de fazer uma pergunta dessa? Eu gostava da Leila”, responde Naldo

“Gostava não. Estou sendo curta e grossa: você só se casou com Leila porque ela estava grávida. E eu obriguei você a assumir essa responsabilidade. Você nunca engoliu este casamento”, responde Do Carmo, colocando o filho contra a parede perguntando claramente o que aconteceu no motel.

“Deus do céu! Eu não estava lá. Só posso falar o que eu sei”, mente descaradamente. Já sem paciência, Maria do Carmo diz que o filho é um mentiroso nato e que sabe que o ele não está dizendo a verdade. Reginaldo perde a paciência.

“Talvez porque eu lhe lembre o meu pai, e a senhora nunca gostou de mim. Sempre me tratou de um jeito diferente ou pensa que eu nunca percebi? Seu carinho guardou para oos outros. Em mim, só vê os defeitos”, joga o político na cara.

Só que Reginaldo segue jogando duro: ao ser pressionado dá uma invertida na mãe. Jogando baixo, ele relembra que Maria do Carmo perdeu Lindalva (Carolina Dieckmann) quando a irmã ainda era uma bebê.

“Chega dessa história de coração de mãe, de novo! Eu também posso falar para a senhora que ouvi essa história a vida inteira e não aguento mais. Coração de mãe? O seu coração de mãe também se engana, quando deixou Lindalva (Carolina Dieckmann) ali no colo dos meninos à mercê daquela mulher nojenta (Nazaré)”, diz Naldo, deixando a matriarca devastada.

Do Carmo se recompõe e não arreda o pé: ela deixa claro que está de olho em todos os passos de seu primogênito e o ameaça. Se ele usar os netos, órfãos de mãe, como objeto político,vai fazer de tudo para tirar a guarda dos adolescentes de Reginaldo. Após o bate boca, ela é consolada por Dirceu (José Mayer) e desmorona.

NALDO FEZ DRAMA PARA FAMÍLIA: “VOU PÔR LUTO”

Mesmo tendo armado todo o esquema para direcionar os motivos da causa da morte de Leila (Maria Luísa Mendonça), Reginaldo (Du Moscovis) vai colocar em prática toda a sua arte de atuação, em Senhora do Destino. O vereador de Vila São Miguel vai bancar o viúvo desesperado ao saber do falecimento da esposa.

Tudo acontecerá quando um telefonema do motel for realizado para a casa de Maria do Carmo (Susana Vieira). Apesar de já ter ciência e flagrar a queda de Leila, Reginaldo se faz de desentendido e chora com a notícia trágica:

“Isso é um trote? Isso é uma brincadeira? Isso é uma brincadeira de mau gosto. Nãoooo! Nããaão! Tudo por minha culpa. É minha culpa sim. Eu não deveria ter trazido a Dona Viviane (Letícia Spiller) à sua festa, mãe”, inicia Naldo, dizendo que “não matou Leila”.

“Claro que não e não repita um despautério desse”, suplica Do Carmo. “Eu estou sufocando. Estou com falta de ar”!, “desespera-se” ainda mais Naldo, dando seu show familiar e acrescenta:

“Eu não queria que tivesse terminado assim. O nosso casamento não estava numa boa fase, eu sei. Mas eu queria recomeçar com ela (Leila)”, segue o político, ampliando seu arsenal de mentiras.

Para Reginaldo, uma esposa atuante no meio político é fundamental para os pretextos que tem. A imagem de “homem de família” e de “tradicional família brasileira” é fundamental para a sua ambição.

Vale lembrar que Leila era uma mulher simples, vinda de um loteamento em Nova Iguaçu, e exatamente tímida. Sendo assim, ele sabia que não havia a menor possibilidade de utilizá-la como objeto político. Reginaldo decide, a partir de agora, usar preto de luto pela memória de Leila.

MARIA DO CARMO DESCONFIA DO FILHO

“Eu vou ser fiel à memória dela”, diz o vereador. Maria do Carmo começa a perceber os exageros do filho e nota que há algo de muito estranho: “Não exagere, por favor! Não acha que é um pouco tarde não?”, questiona.

Mesmo sabendo que Venâncio apenas levou Leila ao motel, ele banca o chifrudo na frente da família: “O que a minha mulher estava fazendo no motel com o Venâncio?”, questiona Naldo.

Quem paga a conta de verdade é Venâncio, que foi expulso de casa por Sebastião (Nelson Xavier). O motorista diz que “perdeu o filho”, mas decide dar apoio jurídico a ele. Entretanto, seguirá na rua da amargura. Naldo usará o caso para ampliar a sua imagem de “homem de família”, perdoando o primo.

Visits Code Obs Start: 2022-10-01 End: 2022-10-31