andreamedia

CNN Brasil sobre fim da filial Rio de Janeiro: “sem prejuízo”

A CNN Brasil decidiu classificar o fim da filial Rio de Janeiro como um fator “sem prejuízo” à cobertura da emissora: “Em decorrência dessa nova lógica a ‘newsroom’ do Rio será desativada , sem prejuízo à cobertura”, disse a emissora em um comunicado enviado aos colaboradores.

A partir de agora, apenas quarto repórteres compõem a base carioca e terão que levar o material de trabalho para o famoso “home office”. Seguem na emissora os repórteres Leandro Resende, Pedro Duran, Rafaela Cascardo e Raquel Amorim.

Em nota, a CNN deu sua visão sobre o fim de uma de suas bases. Até então, a emissora contava com a matriz, em São Paulo, e Brasília, na capital federal.

Os dois locais seguem ativos. Na visão da emissora, as duas praças sozinhas conseguem dar conta na cobertura do atual cenário político e econômico.

PASSARALHO NA CNN BRASIL

A lista de demissões na CNN só cresce ao longo desta quinta-feira (1). Estima-se que mais de 100 profissionais tenham sido dispensados, dentre eles, Monalisa Perrone, Sidney Rezende, Marcela Rahal, Fernando Molica, Gloria Vanique, além de repórteres, comentaristas e profissionais por trás das câmeras.

A CNN Brasil operava em um dos endereços mais caros do Centro do Rio de Janeiro, na avenida Chile.

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIG

Visits Code Obs Start: 2022-10-01 End: 2022-10-31