Celso Portiolli diz que se inspirava em Jimmy Raw, sonhando entrar no rádio

Um dos maiores nomes da comunicação na TV na atualidade, Celso Portiolli traz do rádio as suas origens. O apresentador do Domingo Legal revelou ao Podcast, ‘O Pod É Nosso’, de Carlos Alberto de Nóbrega e Renata Domingues, que muito antes de ir trabalhar no SBT, tentou ganhar uma oportunidade profissional em uma emissora em Curitiba. Celso se inspirava no radialista Jimmy Raw (1961-2020), com passagens marcantes no rádio e na TV.

“Eu peguei um radinho, 2 em 1, como eu tenho dislexia, comecei a gravar a matéria e ouvir. Gravar e ouvir… Aí um belo dia eu liguei no FM de Curitiba e escutei um cara chamado Jimmy Raw, locutor. Aquele locutor bom e comecei a imitar o cara. Além de gravar as matérias das escolas, comecei a fazer imitação de locutores e me apaixonei pelo rádio”, contou Celso, que revelou ter sido persona non grata em rádios de Curitiba, tamanha curiosidade quando visitava um estúdio.

Na ocasião contada, Jimmy Raw estava na FM 104, de Curitiba. O radialista morreu aos 58 anos, em junho de 2020, no Rio de Janeiro, vítima da covid-19. Jimmy ficou internado um mês para tratar da doença. O comunicador teve passagens marcantes pela comunicação do Rio e do Brasil.

Na TV, passou pela Manchete, TV OM e apresentou o Globo de Ouro, sucesso na década de 80 e 90, na TV Globo. No rádio, alémm da FM 104, esteve a serviço do Sistema Globo de Rádio e da Rádio Tupi.

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Youtube

Advertisement