Globo demite chefe de jornalismo investigativo após citação em investigação do MP-RJ

A Globo decidiu demitir Tyndaro Menezes, chefe de jornalismo investigativo, após uma investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

O nome de Tyndaro surgiu em um caso envolvendo Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido com o Rei Arthur, e o delegado Ângelo Ribeiro, afastado da Polícia Civil na semana passada. Os dois são acusados de corrupção e de lavagem de dinheiro.

Em nota, a Globo confirmou a demissão de Tyndaro Menezes, mas decidiu não se manifestar diretamente sobre o caso, já que não comenta questões envolvendo ‘compliance’. Ele estava na Globo há 30 anos. Vale lembrar que Tyndaro não foi denunciado pelo MP-RJ é tratado até aqui como uma figura próxima aos acusados na denúncia.

“O profissional citado não está mais na empresa. A Globo não comenta questões relacionadas a compliance. Reitera que tem um Código de Ética, que deve ser seguido por todos os colaboradores, e uma ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação. Todo relato é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento e as medidas necessárias são adotadas”, disse a emissora em nota, que dispensou o profissional após ter acesso às informações sobre o caso.

O nome do ex-chefe global foi citado em conversas suspeitas entre empresários que atuavam em esquema de corrupção na área de Saúde no RJ. Durante as investigações, foi encontrado uma citação do nome de Tyndaro em e-mails do delegado Ângelo Ribeiro. Em trechos capturados pelo Gaeco, Ribeiro cita o nome do jornalista em um e-mail uma suposta divisão de valores. A mensagem foi enviada para um empresário do ramo hospitalar. O caso deverá ser encaminhado para o Ministério Público Federal (MPF) nos próximos dias.

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Robert Caplin / Emmy

Advertisement