O Clone: Leo diz ao juiz se quer ou não que Deusa siga como sua mãe em sua certidão

Por mais que Leo (Murilo Benício) viva em um “fantástico mundo”, o rapaz tem consciência de algumas coisas: o amor e o carinho dados por Deusa (Adriana Lessa), desde a sua infância, nunca serão apagados. A história e o destino dos dois foram trilhados juntos e, por mais que Leônidas (Reginaldo Faria) tenha dinheiro, não poderão ser desconsiderados.

Durante a sequência de depoimentos, Leo é chamado para dar sua versão no processo de paternidade e alteração de registro de nascimento solicitado pelo empresário.

“Cada um diz uma coisa para mim. O Albieri (Juca de Oliveira) diz que é meu pai. Minha mãe fala que o Albieri não é meu pai, que eu sou filho de inseminação artificial. A Dalva (Neusa Borges) fala que eu sou um espírito e a minha madrinha, Yvete (Vera Fisher), ela acha que eu sou filho do Leônidas e elas duas até brigaram por causa disso. Agora estão me caluniando aí com essa história de eu ser um clone”, diz Leo no tribunal.

O juiz explica ao rapaz que Leônidas quer ser reconhecido como pai e que quer retirar Deusa de sua certidão para pôr Celina em sua certidão de nascimento. Leo acha tudo muito esquisito: “Mas ela morreu. Ela morreu antes de eu nascer”, dispara.

Após o depoimento do clone, o juiz questiona se Leo aceita se o nome de Deusa deva ser retirado da certidão de nascimento: “Não, ela é minha mãe”. Deusa fica emocionada e Lucas esboça um pequeno sorriso. Leônidas fica inconsolado e arrasado.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução TV

Advertisement